23:18hs
Terça Feira, 28 de Maio de 2024
Alagoa - Notícias
17/08/2023 20h31

Queijos de Alagoa/MG conquistam quatro medalhas no concurso Prêmio Queijo Brasil

Eleito melhor queijo do mundo na França, Bela Vista Premiun 60, produzido pela Fazenda Bela Vista, no Sul de Minas, conquistou mais um ouro e chegou a 19 prêmios

Quatro queijos de Alagoa, no Sul de Minas Gerais, faturaram medalhas de ouro, prata e bronze na 6ª edição do concurso Prêmio Queijo Brasil, um dos principais do país. A cerimônia de premiação aconteceu no dia 7 de julho, no Parque Vila Germânica, em Blumenau/SC.

O queijo Bela Vista Premiun 60, produzido pela Fazenda Bela Vista, conquistou mais um ouro; ele já havia sido eleito, por duas vezes, o melhor queijo do mundo, em concursos realizados na França. No total, 899 queijos estavam participando do concurso.

Além dele, a fazenda ainda conquistou a prata com o queijo Bela Vista Tradicional e o bronze com os queijos Bela Vista Defumado e Bela Vista Premium 365.
O objetivo do concurso é reconhecer e valorizar os produtores, incentivando a melhoria da qualidade dos queijos. Nele os jurados tinham que avaliar a aparência, aroma, textura, sabor e adequação ao estilo dos queijos inscritos.
Eram 30 queijarias participantes e cerca de 15 estandes de marcas relacionadas, como azeites de oliva, cafés, charcutarias, cervejas, vinhos e geleias. Além da premiação, também houve uma feira gastronômica entre 7 e 9 de julho, palestras e o desafio “O Queijista”.

Agora a Fazenda Bela Vista se prepara para mais competições neste segundo semestre de 2023. Este foi o prêmio de número 19 para a Fazenda, que tem 4 conquistados na França e 15 no Brasil.
Para conferir a lista completa dos queijos premiados, acesse o link (http://premioqueijobrasil.com.br/home/confira-os-premiados-do-premio-queijo-brasil-2023/).

O concurso

Desde 2014 o Prêmio Queijo Brasil está ajudando a construir a história do queijo artesanal brasileiro, unindo todos os atores da cadeia produtiva num lindo evento.

São envolvidos produtores, queijistas, comerciantes, consumidores, jornalistas, chefs de cozinha e donos de bares e restaurantes de todo Brasil em prol da cultura do queijo nacional, que hoje envolvem diretamente aproximadamente 50.000 famílias em todo país.

História da Fazenda Bela Vista - Alagoa-MG

Senhor Cláudio e Senhora Maria se casaram e foram morar no sítio do pai do Cláudio. Os irmãos dele foram tentar a vida na cidade grande e outros foram para a cidade de Alagoa e no bairro Companhia, no alto da montanha, ficaram o casal Cláudio e Maria, que desde o início têm seu sustento do trabalho rural, tirando leite e produzindo queijos todos os dias. O casal teve 3 filhos: Cláudia, Carolina e Renato. Hoje todos já estão casados.

Em 2017, as coisas ficaram bem difíceis para a família. Desde o início, Cláudio e Maria sempre passaram os queijos para os “atravessadores”, aqueles que compram o queijo do produtor e revendem; muitas vezes são os atravessadores que colocam o preço no queijo. Na época, as águas estavam baixas demais e o dinheiro não estava dando para pagar a ração do gado e muito menos para fazer as despesas da família. A queijeira chegou a ficar com mais de 600 kg de queijos empacados.

Vendo a situação dos pais, Renato e sua esposa Thaylane colocaram no carro 12 peças de queijos de 5 kg cada e saíram para as cidades vizinhas, venderam 2 peças e voltaram com 10 dentro do carro. Quando Cláudio viu, ele perdeu a esperança e disse que teria que entregar os queijos por qualquer preço que fossem pagar, pois já não havia mais espaço para colocar os queijos na queijeira. Mas para Renato e Thaylane foi só o começo.

Com o casamento marcado para o julho de 2018, o casal decidiu pegar o dinheiro que estavam juntando e compraram uma máquina de embalar a vácuo e investiram dinheiro também em embalagens e rótulos. Devagar foram divulgando o queijo que passou a se chamar Queijo Artesanal de Alagoa MG Fazenda Bela Vista e, com isso, eliminaram os atravessadores da fazenda.

Começaram a participar de concursos, sendo que o 1º foi em Alagoa no ano de 2018, quando o queijo da Fazenda Bela Vista foi eleito o Melhor Queijo Artesanal de Alagoa. Mas o casal não parou por aí; no mesmo ano foi para São Paulo e participou do Prêmio Queijo Brasil pela primeira vez, e lá também conquistou prêmios.

Depois, em 2019 os dois receberam o convite do amigo e também produtor rural Humberto para enviar 3 queijos para o concurso na França. A portadora foi a Marly Leite e veio a melhor notícia de todas, quando a Fazenda Bela Vista conquistou o ouro! De lá pra cá, a família vem conquistando diversos prêmios pelo país e pelo mundo e, celebram sempre a nunca terem desistido, pois o resultado chegou e, hoje, é referência em produção de Queijo Artesanal no país.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br