15:25hs
Quinta Feira, 25 de Abril de 2024
Andrelândia - Notícias
18/10/2021 20h28

Andrelândia, um paraíso a céu aberto nas Montanhas Mágicas da Mantiqueira

Andrelândia é uma cidade com um grande potencial turístico a ser explorado

Andrelândia é uma cidade com um grande potencial turístico a ser explorado, tanto pela sua natureza privilegiada quanto pela sua riqueza cultural. O centro histórico é decorado pelos antigos casarões do século XVIII. O clima das montanhas torna os passeios turísticos agradáveis tanto na cidade como na zona rural, estando a uma altitude média de 1200 metros e com uma temperatura média anual inferior a 23ºC.

Existem várias cachoeiras e quedas de águas cristalinas e a vegetação é uma mistura de mata atlântica e cerrado. Ainda existem fazendas preservadas do período colonial na região, mas de propriedade particular. O artesanato, feito com matérias-primas regionais e elaborado de acordo com a cultura e o modo de vida local, é um modo de expressão cultural andrelandense.

Cultivando o Passado

Um triângulo imaginário ligando Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte teria Andrelândia quase no seu centro. Sua história, como a da maioria das cidades mineiras, está ligada a exploração do ouro. Em meados do século XVIII a região onde hoje se localiza Andrelândia já se encontrava totalmente povoada por aventureiros que para cá se dirigiram a procura de riquezas. No longínquo ano de 1749, sentindo necessidade de assistência religiosa, o fazendeiro André da Silveira - um dos primeiros povoadores - dirigiu ao Bispo de Mariana um pedido de autorização para se construir no local denominado Turvo Pequeno uma capela dedicada à Nossa Senhora do Porto. Atendido pela autoridade eclesiástica, a capela foi erguida, recebendo a bênção católica no ano de 1755. Ao redor do pequeno templo muitas casas foram sendo construídas, e logo se formou o Arraial do Turvo, primitiva denominação da localidade. Em 1864, com território desmembrado de Aiuruoca, foi criada a Vila Bela do Turvo, elevada quatro anos mais tarde à categoria de cidade. A comarca foi criada por lei imperial do ano de 1878. No ano de 1930, o município recebeu a denominação de Andrelândia, uma homenagem ao seu fundador. Os séculos de história deixaram um legado de belas casas e igrejas coloniais, mas, diferentemente de outras cidades antigas, Andrelândia tem ruas largas praças arborizadas, num raro exemplo de planejamento urbano no período colonial. O resultado foi uma cidade bonita, com ampla visibilidade e muita limpeza.

Tesouro Arqueológico

   

O Parque Arqueológico da Serra de Santo Antonio, situado a 5 km do centro de Andrelândia, guarda um dos maiores tesouros arqueológicos de Minas Gerais: um gigantesco painel rochoso, abrigado da chuva e do vento, onde estão representadas mais de seiscentas e cinquenta figuras pintadas nas cores vermelha, amarela e branca, que datam de cerca de 3.500 anos.

As pinturas foram classificadas pelos arqueólogos como pertencentes à chamada Tradição São Francisco, um estilo caracterizado pelo grande número de representações geométricas que, até então, só havia sido encontrado no Norte de Minas Gerais, por isso tomou o nome do Rio São Francisco, fato que torna o sitio arqueológico merecedor de todo o cuidado, pois pode ser mais uma prova de rotas migratórias pré-históricas ocorridas no interior do Brasil.

Pinturas rupestres e grutas

Essa história começa nos primeiros anos da década de 80, quando alguns jovens com idades em torno dos 20 anos resolveram se unir para evitar que as pinturas rupestres da Serra de Santo Antonio fossem destruídas sem sequer serem pesquisadas. Gradualmente o grupo foi adquirindo mais conhecimentos técnicos e passou a atuar de forma organizada. Em 1986, decidiu formalizar sua atuação por meio da criação do Núcleo de Pesquisas Arqueológicas do Alto Rio Grande-NPA.

O grupo adquiriu, com recursos arrecadados junto à população da cidade, as terras onde se encontra o tesouro arqueológico de Andrelândia e ali instalou as bases do Parque Arqueológico da Serra do Santo Antonio. Com a ajuda de inúmeros colaboradores, o NPA já identificou dezenas de sítios arqueológicos na região.

O parque, que é também uma RPPN Área de Preservação Ambiental, protegida por lei, dispõe de uma unidade para recepção de turistas e conta com trilhas bem sinalizadas, as quais levam o visitante até as pinturas e também a mirantes e grutas de rara beleza. As visitas são agendadas com antecedência e acompanhadas por guias credenciados pelo NPA.

Monumentos históricos e religiosos

*Casario colonial dos séculos XVIII e XIX.

*Fazendas Bahia e das Laranjeiras, onde se conservam costumes antigos.

*Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto da Eterna Salvação, construída em 1752, com altares no estilo Rococó e belas imagens sacras.

*Igreja de Nossa Senhora do Rosário, com construção iniciada em 1816 pelos escravos da Irmandade do Rosário e com belíssima pintura no forro da nave-mor.

*Monumento a Cristo Redentor, situado a 1.100m de altitude, de onde se descortina uma bela paisagem da cidade e arredores.

A padroeira da cidade é a Nossa Senhora do Porto

Potencial turístico

Com uma população total de aproximadamente 12.500 habitantes, Andrelândia situa-se no chamado circuito das Montanhas Mágicas da Mantiqueira. Considerada município prioritário para o desenvolvimento do turismo, tem clima agradável o ano todo, tendendo a frio, acompanhando uma paisagem muito bonita, enriquecida por cavernas e cachoeiras.

Principais Pontos turísticos:

Pedra do Serrote – localizada a 1km da cidade (no sentido para Arantina), com acesso feito por meio de trilha: propicia ao turista uma visão panorâmica da cidade e seus arredores, além de poder apreciar as formações rochosas.

Cristo Redentor – monumento construído em um dos pontos mais altos da cidade para celebrar o seu centenário (em 1966), que pode ser visualizado em qualquer lugar do município.

Seminário São Francisco de Assis – construído em 1950, hoje em dia é moradia dos freis e casa de eventos

Igreja N. Sra. do Porto da Eterna Salvação (Igreja Matriz) – construída no século XVIII por André da Silveira (um dos fundadores da cidade); sofreu muitas reformas ao longo dos anos, mas mantém o estilo barroco; dispõe de uma aparelhagem de som bem moderna, usada geralmente nas celebrações e festas tradicionais

Igreja do Rosário - construída no século XIX pelos escravos devotos de N. Sra. Do Rosário com a irmandade do Rosário dos Homens Pretos: estilo barroco e rococó.

Igreja de São Benedito – construída em 1989 sob orientação do Padre José Tibúrcio, no bairro do Areão. Foi construída com uma arquitetura moderna, representando o gesto acolhedor de Jesus Cristo

Parque Arqueológico do Alto Rio Grande - localizado na Serra do Santo Antonio, a 5km do centro da cidade, oferece ao turista as maravilhas das grutas e as belezas de pinturas rupestres de 3 mil anos.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br