00:06hs
Terça Feira, 21 de Maio de 2024
Andrelândia - Notícias
15/04/2024 17h27

Novas descobertas sobre as pinturas rupestres da Serra de Santo Antônio

Identificadas as mais antigas representações de seres humanos no território andrelandense

Por Marcos Paulo de Souza Miranda

As pinturas rupestres da Serra de Santo Antônio, em Andrelândia, começaram a ser objeto de estudos há quatro décadas, quando arqueólogos da Universidade Federal de Minas Gerais fizeram os primeiros trabalhos de cópia e classificação das representações, cujos resultados foram publicados em artigo científico.

Recentemente o professor André Prous publicou novo artigo sobre as pinturas, revendo algumas de suas antigas conclusões em razão do avanço das pesquisas arqueológicas em todo o país.

Um dos destaques diz respeito à classificação das pinturas que foram enquadradas na chamada Tradição São Francisco, presente notadamente em sítios arqueológicos situados no norte de Minas Gerais.

No artigo publicado no corrente ano de 2024, Prous justifica que na década de 1980 “ainda conhecíamos pouco a variedade de arte rupestre de Minas Gerais e privilegiávamos a oposição: dominância de animais (sobretudo cervídeos: Tradição Planalto)/predominância de figuras geométricas frequentemente bicrômicas (Tradição São Francisco). Também focalizamos na Toca do Índio a existência de bicromia e a presença de uma possível representação de um propulsor, características da Tradição São Francisco no vale do Rio Peruaçu. Consideramos também a presença de sauros que aparecia no meio de figuras São Francisco em alguns (poucos) sítios do Peruaçu. Hoje em dia descartamos esta identificação. Inclusive, os sauros, no estado da Bahia, são particularmente característicos do que M. Beltrão denominou Tradição Cosmológica e não parecem mais diagnósticos da Tradição São Francisco”.

Logo, cientificamente reconheceu-se que as pinturas rupestres da Serra de Santo Antônio não se enquadram exatamente em qualquer das tradições rupestres classificadas no país, o que abre a possibilidade da existência de um tradição própria na região do Alto Rio Grande, fato que temos defendido há alguns anos.

Sítios rupestres identificados pelo NPA em outros pontos do município de Andrelândia e nas vizinhas cidades de Carrancas, Serranos e Baependi indicam essa possibilidade.

Outra novidade digna de nota foram as recentes descobertas que fizemos no painel rupestre da Serra de Santo Antônio, onde identificamos a presença de duas representações de antropomorfos (figuras representando seres humanos), o que até então não havia sido objeto de registro pelos pesquisadores.

 

A identificação de antropomorfos traz um acréscimo importante ao repertório temático existente no painel de Andrelândia e o diferencia, ainda mais, da tradição São Francisco, onde a representação de seres humanos não é comum.

Ademais, seriam as representações iconográficas mais antigas de seres humanos no território andrelandense.

Vejamos abaixo as figuras identificadas.

Recorte da reprodução do painel rupestre realizada pela UFMG

Verifica-se que as pinturas antropomorfas são próximas e podem fazer parte de um mesmo conjunto de representação, talvez relacionado a alguma cena ritual. 

Antropomorfo 01

O antropomorfo 01 está situado a cerca de 1,5 m do solo, na porção médio-esquerda do painel e constitui uma figura vermelha representada de forma esquematizada, com braços abertos em ângulo reto (3 dedos esquematizados na mão à direita), cabeça redonda colada sobre os braços, tronco linear, pernas lineares abertas em forma de “V” invertido e pênis ereto.

A figura tem nitidez mediana e pode ser observada, com maior detalhamento, quando utilizados programa de tratamento de imagens, como abaixo demonstrado.

Imagem sem tratamento Foto: Marcos Paulo de Souza Miranda - 2022

Imagem com tratamento em adSTretch - por Gilberto Azevedo

Imagem com tratamento em adSTretch - por Gilberto Azevedo

Antropomorfo 02

O antropomorfo 02, por sua vez,  está situado a cerca de 0,5 m do solo, também na porção médio-esquerda do painel e constitui uma figura vermelha, de corpo mais cheio que o antropomorfo 01, braços abertos ligeiramente inclinados para baixo,  pernas bastante abertas e um aparente falo, sobreposto por uma linha amarela.

A figura tem baixa nitidez e pode ser observada, com maior detalhamento, quando utilizados programa de tratamento de imagens, como abaixo demonstrado.

Imagem sem /tratamento. Foto: Marcos Paulo de S. Miranda – 2024

Imagem com tratamento em adSTretch - por Gilberto Azevedo

Imagem com tratamento em adSTretch - por Gilberto Azevedo

Enfim, passadas quatro décadas dos primeiros estudos, o painel rupestre situado no Parque Arqueológico da Serra de Santo Antônio parece ainda guardar muitos segredos que, pouco a pouco, certamente serão revelados pelas pesquisas que ainda estão por vir.

PUBLICIDADES
Farmácia Santo Antônio
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br