16:54hs
Domigo, 21 de Abril de 2024
Andrelândia - Notícias
30/04/2021 20h33

Novo Conselho Municipal Deliberativo de Patrimônio de Andrelândia

Andrelândia tem um novo Conselho Municipal Deliberativo de Patrimônio

É notável como Andrelândia é uma cidade com muitos bens tombados, inventariados e registrados. A antiga Villa Bella do Turvo tem uma riqueza ímpar de bens móveis do período colonial ainda preservados pelas famílias originais, além de outras camadas de palimpsesto da história da humanidade, como o Parque Arqueológico da Serra de Santo Antônio. Manter todo esse conjunto de riquezas é um desafio para a gestão do Conselho Municipal 2021-2023, auxiliando na salvaguarda desses bens.

Fachada do Cine- Theatro Glória

Segundo o presidente do Conselho e Secretário de Cultura, Guilherme Landim: “juntamente ao poder executivo pensamos detalhadamente nos(as) representantes da sociedade que possam somar ao patrimônio de nossa cidade, fomos minuciosos ao eleger pessoas que compreendem o patrimônio não como algo estanque, enrijecido, mas algo que pode ser revisitado e reinventado de diversas maneiras criativas, por meio de oficinas e projetos culturais, documentários, trabalhos educativos, inventários participativos, além das novas tecnologias, como QRcodes e realidade aumentada. Ademais, pretendemos buscar um diálogo mais estreito com a população. Andrelândia tem uma tradição orgânica de preservação, a qual tem se perdido com a modernidade, precisamos retomar essa força de nossa história. O padrão estético das construções do centro tem sofrido agressões visuais, como edificações que interferem diretamente na paisagem preservada. Compreendemos que o patrimônio não é contrário ao progresso, inclusive o patrimônio é o que faz nossa cidade ser visitada e assim gera economia. As pessoas vem buscar o aconchego de nossas casas e praças, a beleza de nossas ruas, todo esse encantamento do nosso jeito mineiro de ser. Se começarmos a ter prédios esvaziados de sentido em nosso centro histórico, toda essa potência de vida ainda presente poderá se perder. O ideal é ter uma alternativa, edificações menores, fora do centro que não interfiram em nossa bela paisagem, devemos repensar esse progresso, sem afetar nossa essência de ser e estar no mundo”.
Para esse intento o secretário reforça que torna-se necessária uma ampla compreensão e interpretação do conceito de patrimônio, um novo exercício do olhar, como algo transversal, que perpassa cultura, turismo, educação, desenvolvimento social/econômico e tantos outros setores, sendo que esta pode ser uma indústria de geração de emprego e renda, basta abrir-se as mentes para este potencial. A nova gestão foi composta por diferentes áreas de representatividade da sociedade andrelandense, educação, patrimônio material e imaterial, sociedade civil, classe artística e poder legislativo.

Casarão da Fundação Guairá

A cerimônia de posse do novo conselho foi realizada no dia 22 de Abril de 2021, no Cine-Theatro Glória. Após uma visita guiada ao teatro, houve a posse e debate sobre pautas do grupo, sendo o maior desafio levantado pelo  Conselho referente a conjugar patrimônio e desenvolvimento econômico, compreendendo que devem ser aliados para trazerem frutos para Andrelândia. Os integrantes receberam um kit personalizado contendo informações sobre a atuação dos agentes públicos nesse trabalho, uma forma de apresentar um domínio mais técnico na atuação dos conselheiros. A nova gestão foi composta por várias áreas de representatividade de segmentos da sociedade andrelandense, tendo seus integrantes participantes da primeira reunião: Guilherme Rezende Landim (Secretário de Cultura, Presidente do COMPAC/Chefe do Setor de Patrimônio Cultural), Brian Wendrel Costa (Secretário), Natalino Martins da Silva (Vereador), José Raimundo de Oliveira (Secretário Municipal de Assistência Social), Kátia Christine Silva Fernandes (Poeta e Escritora), Júlia Lopes Viana Lazzarini (Professora), Washington de Paula Roberto (Professor), Domingos Sávio da Silva (Pároco) e os seguintes membros suplentes: Eleida Aparecida Carvalho da Silva, José Artur Rodrigues de Castro (Escritor e editor), Leila Nogueira (Assistente Social), Juliane Matos Nascimento (Servidora Efetiva) e Claudio Alves Salgado (Representante do Núcleo de Pesquisas Arqueológicas NPA - participou remotamente).

 Estação Ferroviária ( Atual Estação Ferroviária)

 

 Residência Patrimonial preservada no centro colonial da cidade



Equipe do Conselho Deliberativo Municipal de Patrimônio

 

 Devido à pandemia a reunião vai acontecer em duas partes, sendo a próxima edição exclusiva para os(as) integrantes suplentes, ainda a serem empossados(as) e com seus nomes e titularidades divulgados. Outro integrante do grupo é Marcos Paulo de Souza Miranda, representante do NPA, o qual já atuou como coordenador da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Histórico, Cultural e Turístico do Estado de Minas. Marcos Paulo já situou pautas bastante enriquecedoras para o Conselho no que tange ao Parque Arqueológico e outros patrimônios que possam ser salvaguardados, fatores que contribuem amplamente para o enriquecimento cultural, histórico e artístico de Andrelândia que retomando sua característica de vanguarda na cultura e preservação.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br