23:56hs
Terça Feira, 28 de Maio de 2024
Andrelândia - Notícias
25/07/2013 09h41

Personagens que fazem parte da Nossa História - Wanda Rezende Godinho

Wanda foi um grande exemplo de pessoa que marcou época na cidade de Andrelândia.

Wanda nasceu em 12 de abril de 1.921, em Andrelândia, a primeira filha a chegar à família de Nair e João, que haveriam de ter um total de oito filhos.

Wanda pôde usufruir de uma infância cercada pelo verde das montanhas da Fazenda Chalé, localizada no município de Cruzília, de onde sai para estudar no Colégio Nossa Sra. das Mercês, em São João Del Rei.

Mais tarde vê-se compelida a mudar-se para a cidade de Andrelândia, quando do falecimento precoce de seu pai, aos 39 anos. Com a partida do pai, Wanda assume, aos 15 anos, em apoio à mãe, a educação dos irmãos mais novos, Aloísio (3), Naná (5), Joãozinho (7), Maria Clara (9), José Fernando (10), Nininha (11), Valério (12).

Aos 17 anos, a Jovem sem grandes vaidades, de modos e postura discretos, engajou-se à Irmandade Filhas de Maria, dando início à sua longa e admirável história de vida dedicada à filantropia. Aos 18 anos  Wanda e sua irmã Nininha  consolidam sua opção de auxílio aos mais necessitados, distribuindo alimentos na porta da Igreja Matriz e, assim, prosseguiram durante uma vida inteira!

E foi na igreja que deu seu exemplo de fé, pois sempre freqüentou e vivenciou a vida espiritual e católica, onde Wanda fez amizades para uma vida inteira.

Wanda, somente não seguiu sua vocação religiosa por ter seu coração lanceado pelos olhos azuis do garboso e romântico jovem José Godinho, com quem ficou casada por quase 40 anos e teve 6 filhos: Cristina, João, Cássia, Zézé, Rubinho e Wandinha.

Sua casa passaria então a ser um porto seguro aos que careciam de ajuda, pois seu marido José Godinho também era imbuído do mesmo espírito solidário e juntos fizeram de seu próprio lar um lugar de  auxílio e encontro de todos.

Wanda e sua irmã fundaram a APAMIA em terreno doado pelo Estado e edificaram prédio com ajuda financeira de parentes e amigos, onde foram distribuídos remédios, cobertores, cestas básicas, mamadeiras, leite em pó e ”in natura” através da APAE e os famosos enxovaizinhos para recém-nascidos, que envolviam sua mãe e irmãs em sua confecção, durante décadas.

Nesta conhecida obra social também foram realizados inúmeros bazares da pechincha, exames pré-natais , auxílios para consultas médicas, e viabilizados recursos para reformas de casas, além da construção de aproximadamente uma centena de casas, em terreno doado por sua tia Rosinda e providas pelo  primo Jair.

Wanda lecionou gratuitamente no Colégio Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento e acima de tudo foi uma mulher de espírito elevado, humilde, que passou pela vida sem nunca negar auxílio aos que bateram em sua porta. Jamais deixou de atender as demandas matérias ou espirituais, pois, sua serenidade acolhedora, fez dela também uma grande conselheira, além de manter preocupação constante com a Santa Casa de Misericórdia, onde promoveu inúmeras ajudas.

A incansável jornada da mulher ativa e determinada fica drasticamente ameaçada com o falecimento de seu esposo José Godinho. Wanda faleceu aos 91 anos, no dia 21 de dezembro de 2011, fez calar naqueles que a conheciam as notas de uma linda canção de ninar, pois de certa forma, naquele dia, todos ficaram um pouco órfãos de sua bondade.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br