01:56hs
Sábado, 25 de Maio de 2024
Andrelândia - Notícias
30/05/2013 16h45

Uma questão humanitária

Todos nós podemos ajudar

Há mais de 30 anos o Asilo São José é uma entidade civil sem fins lucrativos, direcionada para a assistência ao idoso carente do município de Andrelândia, de ambos os sexos, sem discriminação de raça, cor, nacionalidade ou religião. A entidade tem como missão assegurar os direitos sociais dos idosos, dando a eles condições de promover autonomia dentro de suas capacidades para melhor integração social.

O idoso é acolhido na instituição quando verificada inexistência do grupo familiar, abandono ou carência de recursos financeiros ou mediante a suspeita ou confirmação de maus tratos. Atualmente o asilo São José recebe 35 idosos.

A receita da entidade, necessária à sua manutenção, provém 70% de contribuição do salário de benefício do asilado, subvenção da Prefeitura (atualmente R$ 1.500,00 mensal), doações voluntárias, apadrinhamento através da COPASA e eventos promovidos pela entidade. O Lar tem recebido muitas doações de material de limpeza, fraldas, biscoitos, roupas de toda a comunidade. Doações estas que ajudam muito, mas não são suficientes para manutenção do asilo. Por isso quem puder doar será muito bem-vindo. Qualquer doação em dinheiro pode ser depositada em nome do Asilo São José – Banco do Brasil – Agência: 1327-7 Conta 15303-6. Quem ainda não contribui na conta de água, pode contribuir com pelo menos R$ 5,00 por mês. Para essa adesão é só procurar a COPASA ou o Asilo.

A grande dificuldade da entidade, a qual a deixa em grande apuro, é assumir em pagar acompanhante de idosos adoentados, embora não seja de responsabilidade do asilo, os familiares se negam a acompanhar pacientes internados em hospitais. Obrigando a entidade a contratar acompanhantes, uma vez que o quadro de pessoal é pequeno. O que se tem observado é que, enquanto o idoso é independente, ainda se alimenta com as próprias mãos, toma banho sozinho, a família o acolhe por causa do seu salário. Mas à medida em que ele não dá conta de fazer mais isso a família faz de tudo para colocá-lo no Asilo e, a partir daí, não aparece mais, nem para fazer uma visita, deixando-o na carência familiar, triste e deprimido. Essa é realmente a realidade do asilado.

A Direção e funcionários convidam toda a população de Andrelândia e cidades vizinhas para engajar no serviço voluntário, visitá-los mais, fazer algum trabalho artesanal com eles, algum tipo de brincadeira de acordo com a capacidade de cada um. Enfim, levar um pouco de alegria àqueles que já nos fizeram tão felizes.


 

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br