10:23hs
Quinta Feira, 30 de Maio de 2024
Bom Jardim de Minas - Notícias
29/03/2012 10h20

Bom Jardim de Minas Personagens que fazem parte da Nossa História - Dona Ziza

Personagens que fazem parte da Nossa História - Dona Ziza

 

 

Não é difícil fechar os olhos e voltar ao tempo quando na meninice tínhamos sempre como referência a bela casa e o quintal da “tia”, Dona Ziza, onde podíamos presenciar, sem entender, um entra e sai enorme de pessoas; víamos seu fogão a lenha aceso, panelas e panelas cheias, boa comida, pratos iguais, mesa posta onde sentávamos e, junto de nós, outras inúmeras pessoas que, com doçura, eram acolhidas pela Dona Ziza, que exercia de forma sublime a maior virtude, digna dos Santos, a caridade e a ajuda ao próximo, indistintamente, a todos e por todos.

 


Elza Maria de Paula Almeida, Dona Ziza, nasceu em 09/05/1934, no Distrito de São Domingo da Bocaína. Filha de Tancredo Rodrigues e Alzira Divina da Cunha, cresceu e viveu sua mocidade na região de Bom Jardim de Minas onde conheceu e casou com José Izalino de Almeida Filho, com quem viveu e conviveu por 49 anos, gerando cinco filhos, 14 netos e hoje 6 bisnetos.

 

Ninguém, ninguém mesmo, batia às portas da casa da Dona Ziza sem que fosse acolhido e recebido. Dona Ziza, mulher de fé, mulher acolhedora, cuja caridade fez que assumisse a maternidade de, aproximadamente, 20 pessoas que criou como se filhos verdadeiramente fossem, sendo por todos querida e estimada, tendo por eles mais 20 netos.

 

As panelas que víamos no fogão a lenha alimentavam diariamente 40 pessoas. A mesma comida que era servida em sua casa era a comida dos necessitados, sem distinção ou discriminação de qualquer forma. Dona Ziza acolheu ao longo da sua vida, no mínimo, 15 moradores de rua, homens e mulheres, que abrigava em sua casa ou nos espaços ali disponíveis, tratando-os como se da família fossem, da alimentação ao banho.

 

Toda sua renda era revertida à ajuda aos carentes e necessitados, que recebiam de suas mãos cestas básicas mensais, cobertores no inverno, roupas, pagamento de INSS, luz, gás e água, além da sempre acolhedora palavra, do carinho e da mansidão, características típicas daqueles que são devotos de Nossa Senhora, que no silêncio praticam o bem, como fez Ziza até o dia 30 de janeiro de 2001, quando foi acolhida, com o mesmo carinho, pelo Criador, deixando órfãos seus familiares e inúmeros filhos e filhas em nossa cidade.

 

Seria injusto de nossa parte não registrarmos em nossa coluna “Quem é quem na história de Bom Jardim de Minas”, nossa saudosa Dona Ziza, que pelos seus netos e por nós também era chamada pela alcunha de “tia”. Dona Ziza, recentemente homenageada pelo Município que deu à antiga rua Rio Branco o seu nome.

 

Pelo seu exemplo e pela prática das virtudes, em especial da caridade, Elza Maria de Paula Almeida – Ziza construiu no silêncio do seu coração um altar onde tantas vidas encontraram conforto e a esperança no meio das desesperanças, imprimindo na história de nossa cidade, que também era seu Bom Jardim de Minas, sua marca indelével do amor pelo próximo.
Vamos garimpar tesouros, mesmo que eles estejam na plenitude do céu...

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br