11:02hs
Domigo, 26 de Maio de 2024
Bom Jardim de Minas - Notícias
04/07/2012 15h19

Bom Jardim de Minas Sessenta anos de companheirismo e amor

Sessenta anos de companheirismo e amor

Netos e bisnetos se reúnem para parabenizar 60 anos de casados de Ivo e Laura


Quando se quer avaliar um diamante é necessário levar a pedra a um bom joalheiro, que vai testar a gema sem danificá-la.

Ao sentar na serena tarde de sábado do último dia 16 de junho, na conhecida casa localizada na Rua Francisco Santos, número 105, após duas ou três xícaras de café, vinha aos meus pensamentos o valor de um diamante, o valor do diamante chamado vida, da lapidação da vida.

Muitos como eu, senão todos em Bom Jardim de Minas, conhecem ou, no mínimo, já ouviram falar da Dona Laura. Não basta mais nada para identificá-la, apenas Dona Laura, ou Laura do Ivo. Já ouvi também Ivo da Laura.

Ali, com ela e a Jacinta, sua filha, sentados na cozinha por alguns minutos, aprendi o valor do diamante da vida quando martelava docilmente nas águas do meu pensamento duas palavras fundamentais, ouvidas então há pouco quando indaguei a Dona Laura o segredo de ser diamante, de celebrar o diamante, de fazer bodas de diamante.

Ivo e Laura, ele filho de Francisco Antonio dos Santos e de Maria Luzia de Jesus, e ela de Eurico José Marcelino e Angelina Ferreira Pena, nasceram em Bom Jardim em 13/09/1928 e 03/07/1934, respectivamente.

O segredo, nas sábias palavras de Dona Laura, endossado pelo olhar manso e silencioso do Sr. Ivo, é a esperança e a perseverança, instrumentos para lapidação.

A história das vidas de Ivo e Laura, hoje uma vida só, é coroada pela comemoração das Bodas de Diamante, que não só é celebrada pela família dos “nubentes”, mas por toda a família bonjardinense em festa.

Tudo começou nos idos de 1950, quando se iniciou o namoro que de dois anos, até que em 23/06/1952, na hoje Antiga Matriz do Senhor Bom Jesus de Matozinhos, os noivos, que subiram a pé o morro da Igreja, como era costume na época e celebravam seu matrimônio.

Daquela data até hoje, são 60 anos de lutas, dificuldades, vitórias, alegrias, derrotas, conquistas, mas, sobretudo, perseverança que floresceu com a vida da Angelina, Marcos, Jacinta, Maria Verônica, Ione, Maria Aparecida, Rosaura, Ivo Júnior e Adriana; com a vinda dos genros e nora, dos 13 netos e 2 bisnetos que formam hoje a família Ivo e Laura.

Sr. Ivo, com seus 84 anos, e Dona Laura, com seus 77 anos, são provas do testemunho vivo da esperança. Construtores em terreno firme, cônscios de suas responsabilidades civis e religiosas, dedicando parte de suas vidas às obras de piedade, nunca esquecendo dos santos exemplos, em especial o de São José, para continuarem firmes e não desistirem.

Comemorações raras hoje como são as Bodas de Diamante nos mostram que o que une a família são as diferenças, pai, mãe, filhos, genros, noras, netos, bisnetos, amigos, cada qual trazendo e tendo o que é seu, mas que é aceito e querido pelo outro.

No dia 23 de julho de 2012, as 09h00min horas, como foi exatamente há 60 anos, sob o mesmo olhar do Bom Jesus de Matozinhos, entram Ivo e Laura, sempre jovens no espírito, para celebrarem na Santa Missa de Ação de Graças o diamante das suas vidas, a vida do casal. Um brinde aos noivos!!!

Colaboração: José Francisco Mattos e Silva

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br