02:33hs
Sábado, 25 de Maio de 2024
Bom Jardim de Minas - Notícias
28/08/2014 21h05

“Cultura e tradição não se muda nem se perde. Cultiva!” em Bom Jardim

Colonização portuguesa que trouxe a devoção ao Senhor Bom Jesus de Matozinhos a cidade.

Por José Francisco Mattos e Silva

Comemorar, celebrar ,festejar e alegrar-se são palavras que ressoam como sinônimas, mas, na verdade, elas expressam muito mais do que apenas o que vem a ser a expressão “festa”. Quando você comemora, celebra e festeja você esta revivendo e atualizando um fato de muita importância no passado e que por ser tão importante, é motivo de alegria e que deve ser perpetuado, prolongado na história para que outras tantas pessoas também possam viver a sua grandiosidade. Este é o fundamento da necessidade, da manutenção, da continuidade e da atualização na vida de um povo de um fato heróico, meritório, ou apenas da continuidade de uma festa, um ato litúrgico, um costume, uma forma de expressão, enfim, a importância da Festa de Agosto em nossa cidade tem esta feição: é por ela que comemorarmos, celebramos, festejamos e nos alegramo-nos com o que foi a causa primária da existência deste Município: a colonização portuguesa que trouxe a devoção ao Senhor Bom Jesus de Matozinhos em torno da qual nasceu esta cidade. 

Em agosto de 2013 registrei, como faço agora, o relato mais antigo que encontrei sobre esta festa datado de 1893 e que narra como já era tradicional e importante na vida da então Vila do Bom Jardim esta comemoração, a ortografia é da época, mas vale sentir a expressão de afeto e importância já registrada naquele longínquo ano: “com grande xplendor realizaram as festas em hora de N.Senhora do Rosário, S. Sebastião e do padroeiro S. Bom Jesus de Matozinhos no poético e pitoresco Bom Jardim. De todos os logares circunvisinhos afluio o povo que foi recebido com a costumada affabilidade pelos habitantes do lugar. As festas religiosas, em todos os três dias, contaram com Missa Solene, procissão, sermão e Te-Déum, além de leilão de prendas e fogos. Durante as festas tocou a banda. As saudades da festa, os dias alegres e prasenteiros que passamos em companhia de tão bons amigos de Bom Jardim nos dão força para esperar a festa do ano vindouro”.

Hoje também estamos saudosos das comemorações e festejos de 2014 que marcaram no coração do povo de Bom Jardim de Minas a importância desta que a principal manifestação religiosa e cultural de nossa cidade. 

Cantarolada há séculos nesta terra sobre a sombra da cruz a tradicional festa de agosto encerra em toda sua essência a preciosidade da onvivência entre o sagrado e o popular, a fé e a cultural, o bonjardinense do dia a dia e o bonjardinense ausente, a promessa, a esperança, a alvorada, repiques dos sinos, o leilão, os fogos, as rocissões e o povo na praça vivendo a alegria da música e do convívio fraterno entre seus amigos e familiares, a barraquinha da paróquia que serve de ponto de encontro embalado pelos excelentes shows  usicais promovidos pela Municipalidade, tudo isto é retrato de um povo que celebra a vida e a fé que foi coroada entre passos luminosos no entardecer do 2º Domingo, que é dia dos pais e dia  edicado ao Padroeiro da cidade, quando solenemente percorreu as ruas de Bom Jardim bela e preciosa imagem do Senhor de Matozinhos acompanhada por mais de dois mil fieis, alegria! 

Sem dúvidas a Festa de Agosto de 2014 foi marcante. Despedimonos dela com um sentimento de pertença e um olhar diferente sobre sua importância na vida de fé, no caminhar em Comunidade à luz do “Pai-nosso” e mais convictos do que antes de uma grande certeza: “Cultura e tradição não se muda nem se perde. Cultiva!”. 

Até agosto de 2015, na nossa tradicional festa do Padroeiro, santa festa!

 

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br