18:22hs
Quarta Feira, 29 de Maio de 2024
Bom Jardim de Minas - Notícias
30/12/2014 08h53

Município de Bom Jardim de Minas comemora seu 76º aniversário

A história da cidade começa com o desbravamento das Minas Gerais pelos bandeirantes.

Por José Francisco Mattos e Silva

 

O Município de Bom Jardim de Minas celebrou no último dia 17 de dezembro seu 76º aniversário de Emancipação Política, no entanto, a idade do que conhecemos como Bom Jardim é bem superior se consideramos que foi no século XVIII que se instalou a primeira célula do que viria a ser o atual Município. A história da cidade começa com o desbravamento das Minas Gerais pelos bandeirantes e com a chegada neste lugar do Capitão Antonio Correa de Lacerda e Faria, sua esposa e família que aqui construíram a sede da Fazenda do Bom Jardim, partindo da oficial data da provisão episcopal que autoriza erguer a capela ermida do Senhor Bom Jesus de Matozinhos no interior da Fazenda, em 1755, em 2015 podemos celebrar os 260 anos de Bom Jardim que veio a emancipar-se da cidade de Andrelandia em 1938, necessário o esclarecimento de datas para evitarmos pretender ser menos, enquanto que nossa cidade é uma das mais antigas e foi importante centro de parada do Caminho do Comércio, via que ligava os dois caminhos da Estrada Real.

Voltemos ao aniversário de Emancipação Política, necessária e importante comemoração que simboliza a liberdade, vida administrativa própria, consolidação de expressivo trabalho e luta patrocinada pelos ilustres bonjardinenses de 1938 que sonharam em ver o então Distrito de Bom Jardim do Turvo como cidade autônoma.

Com o esmero o Município promoveu as comemorações do 76 º aniversário da cidade  tendo inicio as celebrações do dia 17 de dezembro com a festiva e necessária alvorada musical onde a coorporação musical união bonjardinense percorreu as ruas da cidade anunciando as festas aos dobres dos músicos de nossa terra, celebrou-se Missa Solene na Antiga Matriz co-celebrada pelo Padre Carlos Alberto e Monsenhor Elias Saléh, este, por sua vez, em uma bela pratica reforçou os laços da necessidade do resgate da identidade da cidade, relembrando que a cidade deve seguir sua vocação, reconhecendo-a como acolhedora desde os primórdios da fundaçao da cidade que cresceu aos pés da Antiga Matriz que como uma mãe “é a primeira a acordar com a luz do Sol e a última a dormir recebendo o último raio do astro-rei que renova a vida da cidade”. A tarde, na Praça Presidente Vargas, a Prefeitura promoveu comemorações com exposição do artesanato feito pelas alunas do CRAS, apresentação da Banda Marcial da Polícia Militar do Batalhão de Barbacena e fanfarra dos desbravadores da Igreja Adventista e atividades outras de cunho social, recreativo e educacional.

A cidade é fruto de várias construções, como em um edifício que surge com sobreposição de tijolos, argamassa, pedras, estruturas, assim é, também, a vida e a história da cidade. Ela é o conjunto, ela é o resultado da soma de seu clima, geografia, povo, sentimento, cultura, pensamento e, inclusive, vibrações mentais e espirituais dos que vivem e dos que já viveram no lugar. A cidade hoje é fruto da construção de ontem e a cidade de amanhã será o resultado do que se faz hoje, logo, uma cidade não tem dono, ela é de todos e por todos deve ser construída, de uma simples rua, uma casa histórica, um cemitério, ou um prédio moderno, isto tudo é o molde, reflexo dos seus habitantes.

Bom Jardim de Minas nasceu de uma fazendinha no meio da Mata Atlântica onde uma capelinha começou agregar famílias para as piedades de então, a fazenda deu lugar ao arraial, o arraial ao vilarejo. A capela ficou pequena, construiu-se uma capela maior, no alto do morro, logo virou paróquia, surgiu um vilarejo, um distrito e, enfim, uma cidade, fomos construídos também nesta obra.

Parabéns Bom Jardim de Minas, parabéns a todos os bonjardinense!

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br