17:54hs
Quarta Feira, 29 de Maio de 2024
Bom Jardim de Minas - Notícias
31/07/2014 18h16

Personagens que fazem parte da nossa história - Aristeu Victório Nardy

Aristeu Nardy era uma das personalidades mais influentes e importantes da história de Bom Jardim.

Uma das personalidades mais influentes e importantes da história de Bom Jardim de Minas durante todo o século XX certamente é o homenageado deste mês de julho, Sr. Aristeu Victorio Nardy, ou “Sr. Tetéu Nardy” como era conhecido por seus contemporâneos, familiares e amigos.

Às vésperas de comemorarmos mais uma Festa do Senhor Bom Jesus de Matozinhos, em cujas comemorações fez, à época, incluir como pagamento de uma promessa pela recuperação da saúde de uma de suas filhas, as comemorações e celebrações em honra a Maria, mãe de Jesus, sob o título de Nossa Senhora Aparecida, cuja imagem existente na Antiga Matriz foi por ele e sua esposa doada ao patrimônio da Paróquia, e cujo costume percorre, desde então, décadas, a justa homenagem do povo desta sua terra que, no resgate e sua identidade e memória, presta justa homenagem a um dos seus grandes benfeitores.

Aristeu Victorio Nardy nasceu em Bom Jardim. Filho de Manoel Victório Nardy e Francisca Cândida de Paula, 6º filho do casal, tinha outros onze irmãos, destes todos de grande destaque na vida religiosa e política da cidade e região foi o Monsenhor Domício de Paula Nardy.

Aristeu Nardy casou-se com Angelina Altomare em 21 de setembro de 2012, construindo e formando sua família na casa localizada no Largo do Comércio, hoje Praça Presidente Vargas, n. 150, onde nasceram e cresceram seus filhos Maria, Manoel, Helena, Adão, Afrânio, Hélio, Maria Nardy, Josefina, Silvério, Terezinha, Aurora (Lola) e Angelina.

Sua filha Angelina, em seu livro “Vivi, ouvi, presenciei...”, define seu pai como “homem perseverante e trabalhador”. Atrevo-me a complementar a fala da ilustre poetisa e titular da Academia Juiz-forana de Letras, era o Sr. Aristeu Nardy homem perseverante, trabalhador e de vanguarda. Se nossa cidade hoje tem a dignidade de Município devemos tal feito ao seu trabalho como presidente da comissão para instalação do Município e de sua forte influência política regional, exercendo, por vários mandatos, o cargo de vereador e presidente da Câmara Municipal de Andrelândia; comerciante em seu famoso “Armazém Bonjardinense”, exportava queijos e derivados do leite para grandes centros comerciais regionais e para o Rio de Janeiro, além de ser grande incentivador dos movimentos sociais e religiosos da cidade, exercendo sobre toda a Comunidade forte influência, servindo em várias ocasiões como pacificador e juiz das causas de seu povo.

Entusiasta dos costumes religiosos de nossa cidade, fazia percorrer as ruas de nossa cidade em 20 de janeiro, a procissão em honra a São Sebastião, que posteriormente foi incluída nas comemorações do Padroeiro da cidade em agosto, fazendo nossa já tradicional festa ser comemorada em três dias, além de inúmeras outras atividades e benfeitorias em prol dos movimentos paroquiais, sociais e comunitários, como a permissão para abertura do campo de aviação, instalação da companhia de energia elétrica para iluminação pública no recém criado Município e abertura do antigo campo de futebol, em terrenos de suas propriedades, entre outros feitos.

Inspirado pela vida de Padre Eustáquio, faleceu em 18 de agosto de 1973, encerrando sua história que ainda hoje é contada em Bom Jardim de Minas, e deve continuar a ser escrita por seus descendentes e por todo o povo desta cidade que ele tanto amou. História que não se esquece e que não morre.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br