12:02hs
Domigo, 26 de Maio de 2024
Bom Jardim de Minas - Notícias
29/08/2013 08h51

Personagens que fazem parte da Nossa História - Antônio Correa de Lacerda

Antônio Correa de Lacerda construiu sua brilhante história na cidade de Bom Jardim de Minas.

por José Francisco Mattos e Silva

 

Como nasceu a cidade de Bom Jardim de Minas? Nasceu de uma fazendinha, à beira do Rio Grande, das conquistas de um Português. Nasceu de um sonho...

Infelizmente não encontramos foto ou imagem do fundador de nossa cidade. Que feições teria Antonio Correa de Lacerda? A feição dele é a nossa, de cada um de nós bom-jardinenses, que devemos a ele a fundação da fazenda, a construção da ermida do Bom Jesus, a construção da Capela e de ter encomendado em São João Del Rey a imagem do Padroeiro que é venerada hoje em nossa cidade. Sua face é a face de um sonhador: o patriarca dos bom-jardinenses tem nosso rosto, de cada bom-jardinense.

Antônio Correa de Lacerda era natural da freguesia de Santa Cristina e Longos, Portugal, filho de Vicente Faria Correa de Lacerda e Mariana da Silva. Veio para o Brasil em 1744 fixando-se primeiramente em Aiuruoca onde foi nomeado por Carta Patente datada em 29/01/1744 pelo então Governador Gomes Freire de Andrada, para assumir o posto Capitão de Ordenanças de Cavalos do Distrito de Aiuruoca e suas terras anexas, comandando 77 Cavaleiros, sendo que, pelo mesmo governador, recebeu em 03/02/1744 a Carta de Sesmaria na Paragem Três Irmãos, hoje, Município de Carvalhos/MG.

O fundador da Fazenda do Bom Jardim de Minas casou duas vezes. Sua primeira esposa, Izabel Barreto Pereira do Lagro e Sacramento, era natural de  Braga/Portugal, sem que o casal tivesse filho. Logo viúvo, Antonio Correa de Lacerda casou-se em 16-12-1748 casou com Ana de Souza da Guarda, natural de N. Sra. da Conceição de Congonhas do Campo, filha do Coronel Amador de Souza da Guarda e Marianna Paes de Oliveira, sua esposa era neta do caçador das Esmeraldas, Fernando Paes Leme, e com ela teve treze filhos que espalharam pelas Minas Gerais fundando vilas e capelas.

Em meados de 1750, transferiu-se para a Fazenda Bom Jardim, onde, por provisão episcopal concedida em 31 de maio de 1755 erigiu a Ermida do Bom Jesus do Bom Jardim, “no rio Grande acima”, filial da Borda do Campo, ali batizando dentre outros as filhas Vicência de Souza Correa Lacerda em 05/07/1759 e Leonarda Luiza de Lacerda em 14/10/1766, esta última tem em sua descendência o Presidente Tancredo Neves.

Antonio Correa de Lacerda recebeu a Ordem da Espora Dourada de Roma, no grau de Cavaleiro Professo, sendo uma das ordens mais antigas da Santa Sé e somente concedida pelo Papa.

Faleceu em 1794 na Fazenda do Bom Jardim do Rio Grande freguesia da Vila Nova de Barbacena, Termo da Vila de S. João Del Rei Comarca do Rio das Mortes, sendo seu inventário aberto aos 25 de Fevereiro de 1794, seu corpo foi sepultado na Capela do Senhor Bom Jesus de Matozinhos (Antiga Matriz) de onde vela, ocultamente, a cidade que fundou ao trazer das terras de Portugal sua fé e seu sonho.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br