17:44hs
Quarta Feira, 29 de Maio de 2024
Caxambu - Notícias
31/08/2011 22h28

Caxambu Caxambu: um paraíso na Mantiqueira

Caxambu: um paraíso na Mantiqueira

 

Com altitude de 895m, aproximadamente 23 mil habitantes, clima ameno e extremamente agradável em todas as estações, com média anual de 17°C e média no verão em 21°C, a cidade de Caxambu, no sul de Minas Gerais, é uma das mais importantes estâncias hidrominerais do País.


A maior atração turística da cidade é o Parque das Águas, que possui cerca de 210.000m2 de área e oferece atrações para todos os gostos e idades. O Parque conta com 12 fontes de águas minerais, gasosas, e cada qual com propriedades medicinais distintas. Uma natureza exuberante se apresenta entre bosques, jardins e alamedas de grande beleza paisagística. Caxambu possui um ambiente perfeito para passeios tranqüilos e revitalizantes.


O suntuoso balneário hidroterápico dentro do Parque é um tradicional centro de saúde, que oferece banhos de imersão em água mineral, piscina, saunas a vapor e seca e duchas, além de vários tratamentos estéticos.


Além das fontes e do balneário, o Parque das Águas ainda oferece outras atrações, como piscinas de água mineral, lago com pedalinhos, pista de cooper, quadras esportivas e um teleférico que o levará ao topo do Morro Caxambu, de onde se tem uma deslumbrante vista da cidade.


Muito da magia existente no sul de Minas Gerais perderia o sentido sem Caxambu. Se a água é a dádiva maior da vida em nosso planeta, Caxambu é seu refúgio esplêndido, um lugar privilegiado e cuidadosamente escolhido pela natureza. O sabor, o aroma e a profusão abundante faz desta cidade uma paraíso para degustação de "poderosas águas".


Entre dois pequenos vales da Serra da Mantiqueira, numa área de 210 mil m2, dá-se um espetáculo natural. Reúne abundância, qualidade e variedade. Todo o vigor faz crer que Caxambu é berço de um dos maiores potenciais hidrominerais da Terra, se não o maior. Argumentos não faltam: são doze fontes, com propriedades diferentes e fascinantes, que jorram ininterruptamente do subsolo. Santas, virtuosas, milagrosas... Estes são apenas alguns dos adjetivos para suas águas, usadas desde a segunda metade do século XVIII em terapias e no tratamento de diversas doenças. Até mesmo a princesa Isabel, no século XIX, visitou a região para se tratar de uma suposta infertilidade.

Da riqueza do subsolo nasceu uma cidade voltada para o bem-estar de seus habitantes e visitantes. Em Caxambu o lema é cuidar bem do corpo e da alma. O Balneário Hidroterápico oferece, com seus banhos, horas e mais horas de relaxamento e renovação de energias. As caminhadas desapressadas pelos bosques, os passeios de pedalinho e a subida de teleférico até o morro Caxambu (1090 m de altitude) são mais algumas das opções de lazer. Não podemos esquecer das fontes, que refrescam e proporcionam saúde como poucas.


As versões para a origem do nome Caxambu são bem variadas. Há os que defendem que vem de duas palavras africanas, cacha (tambor) e mumbu (música), que designavam os instrumentos musicais utilizados pelos escravos africanos na época. Os batuques lembravam o borbulhar das águas. Além disso o morro em cujo sopé se localizavam as fontes tem uma forma cônica, semelhante ao do tambor africano, daí passou a se chamar Caxambu. Entretanto a versão mais aceita defende que a palavra vem do tupi catã (fazer borbulhas) e mbu (mesmo que pu, que significa ferver). Sendo assim a tradução mais próxima seria "bolhas a ferver" ou "água que borbulha". A afirmativa se sustenta uma vez que o local já era conhecido por este nome antes da chegada dos primeiros escravos.


Caxambu possui uma boa infra-estrutura de hotéis. São famosos os congressos realizados durante todo o ano na cidade. Suas ruas e praças são tranquilas e um passeio por elas completa ainda mais a paz propiciada pela natureza local.


Fonte: Marcelo JB,
de Resende

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br