09:00hs
Domigo, 23 de Junho de 2024

Leia nossas últimas edições

Leia agora o Correio do Papagaio - Edição 1855
Esportes
12/04/2023 00h00

Sem criatividade, São Paulo tem desempenho ruim e só empata com o Ituano no Morumbi

Com um desempenho abaixo do esperado, o São Paulo não conseguiu superar a defesa do Ituano e, para a frustração de sua torcida, ficou em um empate sem gols na partida de ida entre as equipes pela terceira fase da Copa do Brasil. Na partida de volta, marcada para o dia 25 no estádio Novelli Júnior, em Itu, quem vencer avança para as oitavas de final. Novo empate leva a decisão do classificado para a disputa de pênaltis.

No primeiro tempo, Rogério Ceni apostou em uma formação com três zagueiros, quatro jogadores no meio-campo e três atacantes. O treinador queria uma saída de bola com maior velocidade para tentar sufocar o Ituano desde o início da partida. O problema é que o time enfrentaria um rival bem fechado em sua defesa e precisaria de agilidade para conseguir superar o time de Itu.

Na prática, o São Paulo conseguiu se impor apenas nos primeiros 15 minutos do primeiro tempo, mas não levou perigo ao gol do goleiro Jefferson Paulino. Sem nenhuma criatividade, o time ficava tocando a bola de um lado para o outro e não conseguia um único passe vertical para tentar abrir a defesa do time do interior.

Em sua tática 3-4-3 contra um time fechado, os três zagueiros do São Paulo atuaram na linha do meio-campo, e eram eles que iniciavam as jogadas. Os volantes e meias se empilhavam na intermediária do ataque, quase que sem função alguma. Os dois laterais pouco avançavam e a bola sequer chegava aos atacantes.

Confortável em campo, o Ituano ainda se arriscava em alguns contra-ataques. Em um deles, aos 34 minutos do primeiro tempo, o time levou grande perigo ao gol de Rafael. José Aldo recebeu ótima bola pelo setor direito do ataque. Com espaço, ele cruzou na medida para Eduardo Person que, livre de marcação, nem precisou pular para cabecear com muito perigo.

O São Paulo respondeu aos 38 e quase abriu o placar. Beraldo mandou uma bola alta para a área na tentativa de achar Calleri no comando do ataque e Jefferson Paulino saiu muito mal do gol. O goleiro deu um soco, mas a bola saiu curta e sobrou para Rodrigo Nestor, que tocou por cobertura, mas Marcel conseguiu tirar de cabeça quase em cima da linha.

Rogério Ceni cansou do ineficiente esquema com três zagueiros e promoveu logo três mudanças após o intervalo. Rafinha entrou na lateral-direita e Luciano e David foram para o ataque tricolor. A linha de quatro defensores, três jogadores no meio e três no ataque deixou o jogo do São Paulo mais organizado. Faltava superar a ansiedade para abrir o placar.

O São Paulo chegou com perigo aos nove minutos, quando Wellington Rato cruzou rasteiro para Luciano, que girou em cima da marcação e exigiu boa defesa de Jefferson Paulino.

O Ituano se fechava cada vez mais e só avançava para o ataque nos erros do São Paulo. Aos 20, o zagueiro Lucas Beraldo sentiu dores na coxa esquerda e precisou sair. Com isso, Diego Costa voltou a jogar após se recuperar de grave lesão no joelho.

A impaciência do torcedor do São Paulo desceu da arquibancada e passou para os jogadores em campo, que passaram a cometer erros incríveis de passes e ainda de saída de bola. Ansioso, o time de Ceni deixou muito espaço na defesa e o Ituano, que foi melhor na reta final do jogo, por pouco não conseguiu encontrar o gol da vitória.

No fim do jogo, Rafinha ainda achou Luciano na área. O atacante cabeceou com força, mas Jefferson Paulino conseguiu espalmar. Fim de jogo e muitas vaias para a equipe.
O São Paulo precisa colocar os nervos no lugar e logo porque agora o time tem um jogo atrás do outro. Até a partida de volta contra o Ituano, no dia 25, serão três jogos. Sábado, o time vai ao Rio de Janeiro e faz a sua estreia no Campeonato Brasileiro contra o Botafogo, no Engenhão. Terça-feira, recebe o Puerto Caballo, na segunda rodada do Grupo D da Copa Sul-Americana. E no dia 22, a equipe recebe o América-MG, pela segunda rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 x 0 ITUANO

SÃO PAULO - Rafael; Alan Franco (David), Arboleda e Lucas Beraldo (Diego Costa); Nathan Mendes (Rafinha), Jhegson Méndez, Rodrigo Nestor (Patryck) e Michel Araújo; Wellington Rato, Calleri e Erison (Luciano). Técnico: Rogério Ceni.

ITUANO - Jefferson Paulino; Pacheco (Aluisio), Rafael Pereira, Claudinho, Carlão (Marcel) e Jonathan Silva (Mário Sérgio); Lucas Siqueira, Eduardo Person e José Aldo (Marcelo Freitas); Paulo Victor e Quirino (Alejandro). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

ÁRBITRO - Caio Max Augusto Vieira (RN).

CARTÕES AMARELOS - Nathan Mendes, Calleri e Wellington Rato (São Paulo).

PÚBLICO - 28.724 pagantes.

RENDA - R$ 821.663,00.

LOCAL - Morumbi, em São Paulo.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br