13:59hs
Quinta Feira, 25 de Abril de 2024

Leia nossas últimas edições

Leia agora o Correio do Papagaio - Edição 1845
Regional
10/01/2018 16h00

Regional Juiz de Fora apresenta balanço do ano de 2017 e metas para 2018

Com a chegada do fim do ano, é hora avaliar o que foi feito e também de planejar o período que vem chegando. E o balanço de atuação da regional Juiz de Fora do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Minas) em 2017 demonstra o crescimento do trabalho em municípios atendidos. Este ano, foram atendidos 97,35% do total de municípios que têm referência na regional, ou seja, 110 dos 113. No caso dos cursos oferecidos, ao longo de todo o ano de 2017, foram 1.092; já em 2016, foram realizados 951 cursos.

“O ano de 2017 foi marcado pelo trabalho intenso de todos os agentes envolvidos no processo, buscando atender a todas as demandas levantadas. Com isso, conseguimos o aumento dos eventos realizados, sendo importante citar a busca constante de parcerias por parte das entidades cooperadas, tendo sempre a qualidade como foco”, destaca o gerente regional do Senar Minas, Márcio Luiz Silva.

Cursos mais procurados

Entre os cursos mais procurados ao longo de todo este ano estão: Trabalhador na Operação e na Manutenção de Tratores Agrícolas / Manutenção do TAP e Operação com um Implemento (54 cursos); Trabalhador artesanal na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios e afins / Básico (47 cursos); e Trabalhador de manutenção de roçadeiras, motosserras e similares / Roçadeira (45 cursos), todos esses dentro do eixo de Formação Profissional Rural.
Já na Promoção Social, a procura foi maior pelos seguintes cursos: Produção Artesanal de Alimentos (38 cursos); Prevenção de Acidentes; Saúde na Terceira Idade / Cuidados Básicos com o Idoso (36 cursos); e Prevenção de Acidentes (21 cursos).

Segundo Silva, “o incremento da mecanização agrícola nas propriedades rurais e o baixo preço do leite pago aos produtores justificam a procura por cursos nesta área, os quais estão inseridos na Formação Profissional Rural. Quanto à Promoção Social, a área de saúde continua sendo a mais demandada, junto com alimentação e nutrição, que são prioridades definidas na região.”

2018

Com relação às capacitações que deverão ser priorizadas no ano que vem, o gerente regional aponta que “para 2018, continuaremos orientando as entidades cooperadas para que fiquem atentas à realidade do mercado de trabalho. Vale ressaltar que o foco no meio ambiente é de grande importância, o que pode ser demandado por meio de eventos como Recuperação de Nascentes, Recuperação de Áreas Degradadas, Construção de Fossas Sépticas etc.”.

A grande novidade reservada para 2018 é a implantação, na região, dos programas Sucessão no Campo e Aprendizagem Rural.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br