17:11hs
Quarta Feira, 29 de Maio de 2024
São Lourenço - Notícias
12/02/2019 08h22

Apae de São Lourenço promove campanha de conscientização no trânsito

Ação pede mais respeito às vagas destinadas para as pessoas com deficiência

Por Mariana Menezes

Na manhã de sábado, dia 09, a Avenida Dom Pedro II, no Centro de São Lourenço, amanheceu com dezenas de cadeiras de rodas estacionadas nas vagas de carros comuns, chamando a atenção de todos que passavam por lá.

A ação faz parte da campanha educativa “Esta vaga não é sua nem por um minutinho”, promovida pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de São Lourenço, que visa conscientizar os motoristas a terem mais respeito pelas vagas sinalizadas para as pessoas com deficiência.

Nas cadeiras de rodas, frases como “Se alguém chegar eu saio, vou tomar um café rapidinho, ninguém vai reparar” entre outras justificativas comuns de serem ouvidas foram afixadas para chamar mais ainda a atenção da população.

Também foram distribuídos panfletos pela cidade, faixas foram colocadas nos semáforos e abordagens foram feitas aos motoristas e pedestres para pedir mais respeito às vagas.

Ação aconteceu no sábado, dia 09, e chamou a atenção da população

Na página oficial da Apae de São Lourenço, o presidente voluntário da Instituição Eduardo Gonçalves, informou que a campanha seguirá durante o mês para conscientizar cada vez mais a população. “Durante o mês várias publicações serão feitas para alertar a população sobre a utilização indevida dessas vagas. Vagas essas que utilizadas indevidamente estaremos restringindo a participação das pessoas com deficiência e seus familiares em igualdade e oportunidade na nossa cidade e em qualquer lugar que tenham essas vagas. Estamos habituados a ouvir no nosso dia a dia, algumas frases como: É só um minutinho, vou ali e já volto; é só um cafezinho; se chegar eu saio. Não é assim que teremos uma cidade melhor, um mundo melhor. Precisamos fazer nossa parte. Façamos uma reflexão para nos colocar no lugar do outro. Essa vaga não é sua nem por um minutinho”, ressalta o presidente.

Para estacionar em locais exclusivos para as pessoas com deficiência é preciso ter uma carteirinha emitida pela prefeitura e renovada todos os anos, mas, infelizmente, muita gente ainda descumpre a lei.

Infração
Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estacionar em vagas para deficientes e é considerado infração gravíssima, com pagamento de multa de R$ 293, 47 e, em alguns casos, o veículo também pode ser removido do local.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br