17:53hs
Quarta Feira, 12 de Junho de 2024
São Lourenço - Notícias
11/10/2016 15h33

Célia Cavalcanti entra para história como a primeira mulher eleita prefeita na cidade

Candidata vence as eleições com 56% dos votos válidos

Foto: Divulgação

Em São Lourenço, quatro candidatos disputaram a eleição para o cargo majoritário no dia 02 de outubro. O município tem 33.042 eleitores, dos quais votaram 26.615. Com 100% das urnas apuradas, Célia Cavalcanti (PR) obteve 13.415 dos votos válidos, Dr. Lessa (PP) ficou em segundo com 8.123, seguido por Dr. Dionísio (Rede) 1.986 e Esmeralda Paixão (PT) 431.
Os eleitores que votaram nulo totalizaram 1.851 e aqueles que optaram pela opção branco somaram 809. A abstenção foi de 6.427 (percentual de 19,45%).
A candidata do PR eleita prefeita vence a disputa eleitoral com 5.292 votos de diferença em relação ao segundo colocado e fez história por ser a primeira mulher eleita na cidade de São Lourenço.
Célia Shiguematsu Cavalcanti Freitas Lima (51) é formada em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo. Casada com o ex-prefeito de São Lourenço Natalício Tenório Cavalcanti Freitas Lima e mãe de dois filhos: Hydeckel e Daniel. Em entrevista ao Jornal Correio do Papagaio diz que pretende fazer uma administração transparente e participativa.

Jornal Correio do Papagaio: A senhora venceu com mais de 13 mil votos. Qual a mensagem para as pessoas de São Lourenço?
Célia Cavalcanti: Gostaria de agradecer profundamente todas as pessoas que entenderam a minha mensagem e a do Léo, na nossa proposta em realmente fazer um governo diferente, um governo participativo, transparente, sério e demonstraram isto nas urnas. Agradeço do fundo do meu coração.
JCP: Quais as primeiras ações que serão desenvolvidas em seu governo?
CC: Em primeiro lugar, temos que ver a parte da estrutura administrativa da Prefeitura, para ver o que precisa ser mudado e o que pode ser mudado para colocarmos as pessoas certas nos lugares certos, isto é muito importante para que o trabalho flua. Nossa prioridade é realmente a saúde e a educação. Estruturar estas secretarias novamente para que elas possam fazer um trabalho de qualidade, principalmente na saúde porque existe uma demanda reprimida muito grande e isto me preocupa muito.
JCP: Sabemos que a senhora pretende criar e modificar secretarias. De que forma pretende realizar estas mudanças?
CC: A primeira secretaria que queremos fazer mudança é desmembrar novamente a Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura. Não existe sentido em uma cidade turística a fusão delas, foi um retrocesso. Já existiam estas secretarias, cada uma com sua dotação orçamentaria. A secretaria de esporte era muito grande e realizava um trabalho muito bom junto aos nossos jovens, aos nossos atletas, então precisa haver este desmembramento. A cultura será reativada por ser um fator relevante para a população e deve ser oferecida a todos. Vamos fazer este trabalho e, para que isto ocorra, mandarei um projeto de lei à Câmara para que haja este desmembramento. Outra secretaria que vamos criar é a Secretaria de Indústria e Comércio porque precisamos realmente reativar a nossa economia.
JCP: Nos últimos mandatos em São Lourenço, os vices não foram tão atuantes. Como será a participação de seu vice, Leonardo Sanches, em sua administração?
CC: Esta era uma preocupação muito grande que tínhamos. O Léo é uma pessoa espetacular em todos os sentidos. Ele já se programou e vai estar na prefeitura em tempo integral sendo o meu braço direito. O Léo é uma pessoa extremamente equilibrada e ponderada. Em todos os momentos da campanha em que havia decisões a serem tomadas, ele pensava no assunto, fazia as suas colocações e isto era muito importante. Ele vai ter livre acesso em todas as secretarias e departamentos para me ajudar na reestruturação da Prefeitura.
JCP: Uma parte da população manifesta que o fato de ser a esposa do Tenório fará com que ele tenha influência em sua gestão. Como a senhora responde a esta afirmação?
CC: Respondo que o Tenório foi peça fundamental na Campanha, nunca desprezaria a experiência de um homem que teve dois mandatos, assim como vou contar também com a experiência do Mazinho, que foi um prefeito maravilhoso, nos aconselhando. Entre nós existe muito respeito. Cada um sabe o seu momento e o seu espaço. Quem vai dar o tom do governo, a maneira como vai ser, a energia, é lógico que sou eu.
JCP: Como acredita que será a sua relação com o legislativo?
CC: Já parabenizei os vereadores eleitos da minha coligação e também liguei para todos que foram eleitos da oposição. Deixei as portas abertas para que possamos conversar, pois acredito que a oposição tem que existir, é natural, mas ela tem que ser pontual, não pode existir uma oposição à cidade de São Lourenço. O que for bom para o município penso que eles vão poder estar do meu lado. Todos foram muito receptivos e quero ter esta conversa com eles para escutar suas propostas e opiniões. Cada um deles representa uma parcela da população e como vai ser uma gestão participativa vou querer escutá-los.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br