17:39hs
Quarta Feira, 29 de Maio de 2024
São Lourenço - Notícias
30/05/2017 09h09

Hospital S. Lourenço adere à ação e amanhece em ‘luto’

Dívida do Governo de Minas Gerais com instituições filantrópicas ultrapassa R$ 250 milhões

Fachada de entrada do Hospital São Lourenço é coberta com facha preta

A fachada de entrada do Hospital São Lourenço amanheceu coberta por uma faixa preta em proposto contra o atraso no repasse de verbas do Governo Estadual. A ação aconteceu na última sexta-feira (26).  O ato foi organizado pela Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais.

Pelo menos 128 hospitais filantrópicos sofrem com atrasos nos repasses de recursos financeiros em todo o estado de Minas Gerais. De acordo com a FEDERASSANTAS, a dívida do Governo de MG ultrapassa os R$ 250 milhões.

Seguindo as instituições, o Hospital São Lourenço distribuiu aos usuários da unidade médica panfletos informativos sobre a crise no setor. Embora o número de hospitais em dificuldade financeira seja alto não foi informado, porém, a adesão das companhias ao movimento. Sabe-se que mais de 20 instituições confirmaram participação no ato.

A entidade que representa a categoria informou ainda que já se mobiliza para entrar com uma ação na justiça para que as autoridades cumpram com os pagamentos e dívidas em atrasos. Contudo, o total de débitos do Hospital São Lourenço não foi informado.

O ouvidor da instituição, Marcos Querino, disse apenas que os débitos são pagos todo mês. “Nos últimos dois anos, a administração do hospital conseguiu equacionar a dívida da instituição sem sacrificar o orçamento mensal. Temos débitos bancários, com a Cemig e com fornecedores”, afirma.  

Ainda de acordo com o ouvidor, o atraso no repasse de verbas prejudica todo o sistema e, principalmente, a remuneração dos funcionários e compra de medicamentos, por exemplo. “O atendimento pelo SUS no hospital corresponde a 75%, enquanto os outros 25% abrangem apenas aos planos de saúde e atendimentos particulares”, ressalta.

Outro problema que atinge as Santas Casas e Hospitais Filantrópicos diz respeito à tabela do Sistema Único de Saúde, que está defasada há 10 anos, como informado pelo ouvidor Marcos Querino. Segundo ele, um atendimento/consulta tem o valor de R$ 11,00.   

Em 2016, as Santas Casas e Hospitais Filantrópicos garantiram mais de 800 mil internações; mais de 320 mil cirurgias e quase 1,5 milhão de tratamentos contra o câncer. Além disso, 57% dos partos, pelo SUS, foram realizados pelos filantrópicos, de acordo com a FEDERASSANTAS.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br