00:15hs
Quarta Feira, 29 de Maio de 2024
São Lourenço - Notícias
25/05/2017 17h17

Posto de Leite Humano de S. Lourenço abrange mais três cidades da região

O complexo, inaugurado há cerca de um mês, começa a funcionar em junho

Além de São Lourenço, outras três cidades da região poderão participar da captação de leite materno. O Hospital S. Lourenço inaugurou recentemente o Posto de Leite Humano. O banco de leite começa a funcionar, no entanto, no fim de junho deste ano.

Entre os municípios, está Carmo de Minas, Soledade e Dom Viçoso. As mães dessas cidades, que estiverem em amamentação poderão doar leite ao Pronto Socorro são-lourenciano. De acordo com a unidade hospitalar, os municípios são os mais próximos da instituição e, por isso, há a possibilidade de o hospital buscar o leite materno nesses locais.

Mesmo após a inauguração do Posto de Leite Humano, o complexo ainda não funciona plenamente. A intenção do hospital é de recolher o alimento e armazená-lo no banco de leite para que sirva de alimento aos bebês recém-nascidos internados na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) Neonatal.

Ainda, segundo a instituição, o posto de leite não está em atividade porque para sua plena execução era necessária uma parceria para que houvesse um veículo que fizesse a captação do alimento. O Hospital, contudo, firmou conveio com o Corpo de Bombeiros de São Lourenço, que vai recolher o leite nos municípios indicados.

As mães que estiverem em amamentação e desejam doar o leite precisam antes ir ao Hospital para fazer um cadastramento. Para que haja a doação, a mãe e a criança recém-nascida precisam apresentar indicadores pré-estabelecidos pela unidade hospitalar.

“As mães passarão por uma triagem e orientações e seus bebês por uma consulta pediátrica, uma vez que não são todas as mães que têm condições de doar o leite. Nós distribuiremos ainda um kit com luvas, potes para armazenar o alimento, tocas e máscaras. É importante que, antes de decidir doar o leite, a mãe venha nos procurar para darmos as informações corretas”, salienta a enfermeira do Hospital São Lourenço, Renata de Castro.

Atualmente, o posto tem em seu armazenamento apenas o leite das mães de bebês recém-nascidos internados na UTI Neonatal.  Para alimentar os nenéns, que estão na UTI, o hospital utiliza o que chamam de fórmula –produto artificial feito do derivado de leite de vaca–. Com o Posto de Coleta de Leite Humano, a instituição poderá evitar o uso deste alimento e poderá fornecer aos bebês leite materno.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br