19:41hs
Quarta Feira, 12 de Junho de 2024
São Lourenço - Notícias
19/09/2016 15h40

Rio 2016 continua com a Paralimpíada

O maior evento esportivo mundial envolvendo pessoas com deficiência tem como espectador o atleta paralímpico mineiro Isaac Ribeiro que reside em São Lourenço

Abertura dos jogos paralímpicos Rio 2016 - fantástica apresentação do Maestro João Carlos Martins - Foto: OIS/COI/Simon Bruty

Por Gislene Vilela

A Paralimpíada Rio 2016 teve abertura na noite de quarta-feira, 7. O tema da cerimônia foi mais universal, abordando sobre o ser humano, respeito, solidariedade, tolerância, limitações e o que se pode fazer para superá-las. Com uma mega produção, o evento lotou o Maracanã e teve como foco a importância da acessibilidade e inclusão, emocionando a todos os presentes.
Os jogos estão sendo realizados de 07 a 18 de setembro. Nos onze dias de competição, atletas de vários países irão disputar em 23 modalidades, sendo que 528 provas valerão medalhas: 225 femininas, 265 masculinas e 38 mistas. Em casa, o Brasil contará com 278 atletas, sendo a maior delegação representando o país em Jogos Paralímpicos.
Os atletas paralímpicos possuem histórias surpreendentes por trás de suas trajetórias esportivas. Nesta edição, uma entrevista com o atleta paralímpico Isaac Ribeiro, que possui má formação congênita dos membros inferiores. O atleta, residente em São Lourenço, é um exemplo de superação, persistência e força de vontade. No remo participou em várias competições nacionais e internacionais, conquistando medalhas e sempre melhorando o seu desempenho no ranking mundial. Na Paralimpíada de Londres ficou em sétimo lugar ao lado de Josiane Dias (skiff duplo misto). O esportista tem ministrado palestras em Instituições de Ensino da cidade e região motivando os estudantes a superarem seus limites através do esporte.

Jornal Correio do Papagaio: Atletas olímpicos e paralímpicos falam muito de superação em suas entrevistas. Qual o significado desta palavra em sua história pessoal?
Isaac Ribeiro: É acreditar no teu sonho, buscá-lo intensamente e não desistir nunca!

Tanto no âmbito de incentivar crianças e jovens na prática esportiva quanto ao comportamento e cultura dos brasileiros com relação ao esporte, o que precisa mudar para que o Brasil seja mais esportivo?
Precisa investir nas escolas, faculdades, construir centros de treinamentos para a qualificação da prática esportiva para todas as crianças, adolescentes e jovens.

Delegações de vários países estão participando dos Jogos Paralímpicos Rio 2016. Quais as suas expectativas para este evento multiesportivo no Brasil?
Será maravilhoso e vai mostrar as potencialidades dos esportes paralímpicos e motivar cada cidadão a ver a vida de outra forma.

O Isaac atleta e o Isaac palestrante - Conte-nos um pouco destas duas experiências tão distintas, mas ambas ligadas ao esporte.
O primeiro é o Isaac atleta que lutou pelos seus sonhos e nunca desistiu. Hoje busco realizar outro grande sonho que é fazer o Centro Esportivo Paralímpico aqui em nossa região. O segundo é o Isaac palestrante que vai contar toda sua história sempre almejando motivar as pessoas a nunca desistirem e também fazerem a sua própria história mostrando que eles podem ser e ter o que quiserem na vida.

Deixe-nos uma mensagem.
Persistir sempre, pois o sucesso vem com suas atitudes.

Fotos: Arquivo Pessoal/Isaac Ribeiro

Atleta Isaac Ribeiro durante abertura Isaac é exemplo de força e superação

 

Breve histórico da Paralimpíada

O neurocirurgião alemão Ludwig Guttmann é considerado o pai dos Jogos Paralímpicos devido ao trabalho de reabilitação por meio de práticas esportivas que o médico iniciou com os combatentes da II Guerra Mundial que sofreram lesões na coluna vertebral, ficando paraplégicos ou tetraplégicos. 

A primeira Paralimpíada ocorreu no ano de 1960, em Roma - capital da Itália. O êxito das primeiras competições propiciou um crescimento notável ao movimento paralímpico, tanto que em 1976, participaram mais de 40 países. O Comitê Paralímpico Internacional foi criado em 22 de setembro de 1989. Já nos jogos de Barcelona, em 1992, os comitês organizadores dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos começaram a trabalhar juntos.




PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br